Bolsonaro: construção civil é atividade essencial

Publicado em 11 de maio de 2020 às 12:24

O presidente Jair Bolsonaro assinou um decreto que declara a construção civil uma atividade essencial mesmo durante a pandemia do COVID-19. Mas o funcionamento destes e dos demais setores liberados pelo decreto devem obedecer às determinações do Ministério da Saúde.

“Vamos colocar novas categorias com responsabilidade e observando as normas do Ministério da Saúde. Porque senão, depois da UTI, é o cemitério, e não queremos isso para o Brasil”, disse o presidente da República.

Recentemente, Bolsonaro e um grupo de empresários participaram de uma reunião no Superior Tribunal Federal (STF) trabalhar com o Judiciário uma possível reabertura das atividades comerciais em meio às restrições impostas em razão do isolamento social causado pela pandemia.

“Se pudesse resumir e fazer uma caracterização, a indústria está na UTI e, para sair, precisa que ocorram as flexibilizações, de maneira que roda volte a rodar”, disse o presidente executivo do Instituto Aço Brasil e coordenador da Coalizão Indústria, Marco Polo de Mello Lopes, após o encontro com Toffoli.

 

Painel Urbano com EBC

 

Compartilhe essa notícia
Leia também
Construção civil em Teresina será retomada
Instabilidade econômica favorece investimento em imóvel
CBIC faz avaliação preliminar dos efeitos da pandemia
CBIC apresenta Indicadores Imobiliários Nacionais do 1° trimestre
Construção civil opera apenas 50% da capacidade em abril
Locação em São Paulo sente impacto da pandemia
Pesquisa aponta queda na atividade da construção civil
Construção Civil perdeu 440 mil ocupações no primeiro trimestre do ano
Rio de Janeiro adota medidas para manter construção na ativa
Secovis do Brasil lançam vídeo sobre segmento imobiliário