Mulher de João Gilberto pode ser despejada após morte do cantor

Publicado em 18 de fevereiro de 2020 às 10:52

Maria do Céu Harris viveu com o músico João Gilberto nos últimos anos e luta na Justiça para ter sua união estável com o cantor reconhecida. O processo corre em segredo de justiça e, enquanto isso, Maria do Céu não tem acesso ao dinheiro que o companheiro tinha. Sem pagar o apartamento que vivia com João Gilberto há sete meses, desde a morte do músico, Maria do Céu e a filha do astro da Bossa Nova, Bebel Gilberto, foram processadas pela proprietária do imóvel por uma dívidas de quase R$ 100 mil. O casal vivia em um apartamento no Leblon, na cidade do Rio de Janeiro.

A cantora Bebel Gilberto possuía a curatela do pai e era ela quem pagava as despesas do pai. Após a morte do cantor, Maria do Céu não recebeu nada e, segundo amigos próximos, passa por uma situação financeira bem delicada. A situação dela é muito preocupante. Ela não tem onde ficar, não possui parentes e os poucos amigos que restaram não querem se envolver nisso. Nem alimentação ela tem direito”, contou uma amiga à imprensa.

Dia 26 de março, haverá uma audiência de mediação, mas Maria do Céu, sem condições de resolver a situação, corre o risco de ser despejada.

João Gilberto não deixou bens físicos, mas deixou sua obra, que rendia ganhos financeiros. Se Maria do Céu for reconhecida como companheira do músico, vai receber parte do montante deixado aos herdeiros.

 

Compartilhe essa notícia
Leia também
Viúva de humorista quer imóvel de R$7 milhões
Mansão do sertanejo Marcos tem até pub para jogar pôquer
Caio Castro constrói mais um empreendimento
Hulk oferece 40 imóveis à ex-mulher em separação
Marina Ruy Barbosa mostra decoração da sala
Zeca Pagodinho abre cobertura duplex no Rio
Galisteu coloca cobertura de R$ 12 milhões à venda
Carla Diaz mostra apartamento reformado
Túlio Gadêlha expõe momento de decoração ao lado de Fátima Bernardes
Bruna Marquezine mostra sua sala em rede social